Trânsito trava no centro de Jequié em horário de pico após caminhão e carro colidirem lateralmente




FALTA DE INFORMAÇÃO DOS MOTORISTAS

No início da noite de hoje, segunda-feira (12), por volta das 18h00, um caminhão e um veículo de passeio colidiram levemente nas imediações da Praça da Bandeira em Jequié, apesar de ser um horário de pico e ser um acidente leves proporções, sem vítimas, os motoristas resolveram ¨travar o trânsito¨, atrapalhando o fluxo de todo o centro da cidade. Essa situação poderia ser resolvida caso esses habilitados tivessem o mínimo de conhecimento do Código de Trânsito Brasileiro, ou seja, deveriam ter, pois eram pessoas habilitadas segundo informações preliminares.

A retirada, ou não, de um veículo da pista em caso de colisões leves é um questionamento antigo de muitos condutores Jequieenses. Seja por omissão ou por desconhecimento das leis de trânsito, diversos motoristas cometem a infração de não adotar providências para remover o carro do local do acidente, gerando congestionamentos de minutos (e até horas!) em vias de Jequié.Nas colisões simples, o indicado é que as partes entrem em um acordo e liberem a via de imediato. Entretanto, muitos optam por aguardar Agente de Trânsito ou PM apesar de não ser necessário, em caso de negociação. O longo tempo de permanência dos veículos na pista acaba favorecendo os extensos engarrafamentos na cidade, já que as viaturas demoram, em média, 20 minutos para chegar ao local.

“O Código de Trânsito diz que o condutor envolvido em colisão sem vítima deve liberar a via. Ele tem a obrigação de retirar o carro, porque o interesse coletivo se sobrepõe ao particular. Em seguida, os envolvidos negociam em relação aos danos”.

MULTA POR OBSTRUIR VIAS PODE CHEGAR A R$ 3.830,80; infração também será dobrada em caso de reincidência no período de 12 meses



Print Friendly, PDF & Email

Comentários no Facebook:

Comentários

Categoria: ACIDENTES - JEQUIÉ