Mecânico acusa guarnição do 19° BPM de tortura e agressão, e pede justiça ao Coronel Anselmo Brandão, comandante da PM na Bahia e ao Governador Rui Costa; VÍDEO




NOITE DE TERROR, AFIRMA VÍTIMA

O que seria uma noite agradável com os amigos, tornou-se uma noite de terror na noite da última sexta-feira (26), no estacionamento do Parque de Exposições em Jequié, relata Edson, uma das vítimas das torturas e agressões sofridas por ele e outro amigo.

Abdome de EDSON foi aberto por uma intervenção cirúrgica

Na tarde de hoje, segunda-feira (29), um de nossos repórteres do SITE JEQUIÉ URGENTE, deslocou-se até o Hospital Geral Prado Valadares para atender a um chamado dos familiares de EDSON DA SILVA OLIVEIRA, 29 anos, mecânico, funcionário da Oficina Toyocar, localizada na Avenida Landulfo Caribé. Ao chegar no local, foi recepcionado pelo patrão de Edson (vítima) e seus familiares, em seguida, muito debilitado e com dificuldades para falar, EDSON contou sobre a ocorrência e as sessões de espancamentos e torturas que sofreu.

De acordo com Edson, por volta das 22h20, ele, um amigo e mais três garotas, dirigiam-se ao parque de Exposições de Jequié na noite de sábado (26), quando ao chegarem no local, antes mesmo de estacionarem o seu veículo, modelo gol, cor vermelho, foram abordados violentamente por uma guarnição da viatura 1904, que liberou as mulheres e obrigou Diego e Edson a entrarem nos fundos da viatura, sob agressões e xingamentos, levando-os posteriormente para lugares diferentes, em duas viaturas, Edson foi levado para às margens do Rio de Contas, fundos do Conjunto Penal de Jequié, o outro amigo, Diego, levado para outro local, ambos foram agredidos violentamente e torturados sob a mira de armas. 

ANTES E DEPOIS

Resumo da situação, Diego está em casa recuperando-se, sem maiores gravidades, já EDSON DA SILVA OLIVEIRA, foi submetido a intervenções cirúrgicas no HGPV e seu quadro é grave, está com sondas e usando fraldas, sentindo dores e não há uma data para receber alta médica. 

O patrão de EDSON é quem está oferecendo todo o suporte para a família da vítima, inclusive arcando com algumas despesas, já o Estado, representado pelo 19° BPM em Jequié não emitiu nenhuma oficial sobre o caso ou procurou a família para apurar os fatos. 

Todos os relatos acima descritos, foram emitidos pelo próprio EDSON em seu leito no HGPV, juntamente com a presença de sua mãe, patrões, e outras pessoas da família, portanto, não há nenhuma opinião do site Jequié Urgente, apenas a constatação que há uma pessoa gravemente ferida, que por sua vez acusa uma guarnição do 19 ° BPM, ao tempo que pede justiça aos órgãos públicos de segurança, inclusive ao Comandante Geral da PM Coronel Brandão e ao Governador Rui Costa.

VÍDEO



Comentários no Facebook:

Comentários

Categoria: Boca no trombone