Fachin dá mais cinco dias para PF concluir inquérito contra Temer




O CERCO ESTÁ FECHANDO

O relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, estendeu nesta segunda-feira (12), em mais cinco dias, o prazo para que a Polícia Federal conclua a investigação sobre o presidente Michel Temer. De acordo com o G1, o inquérito deveria estar concluído nesta terça (13), mas a PF pediu mais 10 dias porque a perícia no áudio gravado pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, em um encontro com o presidente, não foi concluída. Temer é investigado por obstrução de Justiça, corrupção passiva e organização criminosa. Até a próxima segunda, a Procuradoria Geral da República (PGR), que conduz as investigações, também deverá se manifestar sobre um pedido de Temer para que o caso seja arquivado. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), afastado do mandato, atuaram em conjunto para obstruir a Lava Jato. A defesa do presidente nega as acusações. Com o novo prazo estabelecido por Fachin, o inquérito deve estar finalizado até a próxima segunda (19), já que não será contado o fim de semana.



Comentários no Facebook:

Comentários

Categoria: Brasil