Após 20 dias do assassinato de Neto da Paz, polícia ainda não prendeu ninguém e família pede justiça




 

JUSTIÇA

O homicídio do pastor e cantor Melchiades Santos Neto (36), o Netto Paz, completa 20 dias nesta terça-feira (14) e até o momento ninguém foi preso. As investigações são conduzidas pelo delegado de Ibirapitanga, Lane Almeida, e pelo coordenador da 7ª Coorpin Evy Paternostro. Netto Paz foi morto no último dia 25 de outubro no trevo da BR-101 com a BA-650, a cerca de 3 km do município de Ibirapitanga. 

O cantor retornava para sua residência com a esposa, duas filhas e um pastor natural do Pará quando foi surpreendido no acostamento da rodovia federal por bandidos numa Strada Branca, que já chegaram atirando. Após ser atingido, o cantor perdeu o controle do veículo, que caiu numa ribanceira. Netto Paz morreu ainda no local. A filha do cantor foi atingida de raspão no braço e no peito e liberada do hospital alguns dias após o crime. A morte de Netto Paz gerou comoção em toda a Bahia e foi noticiada pelos principais veículos de comunicação do estado. Com informações do Ubatã Notícias



Print Friendly, PDF & Email

Comentários no Facebook:

Comentários

Categoria: JEQUIÉ URGENTE JUSTIÇA